Mídia digital indoor: tudo que você precisa saber!

Qual empresa não deseja se destacar no mercado em que atua? Mas, para que isso seja possível, é preciso considerar que esse mercado está cada dia mais competitivo e que seus clientes são exigentes e apressados. Dentre tantas opções de comunicação, a mídia digital indoor pode ser perfeita para o seu negócio.

Talvez algumas pessoas nunca tenham ouvido falar nesse termo, mas certamente já se depararam com esse veículo de comunicação enquanto viajavam ou praticavam exercícios ao ar livre.

Mesmo se tratando de um mercado em desenvolvimento, a mídia digital indoor é uma ótima alternativa para promover sua marca e certamente fará sucesso como parte da sua estratégia de marketing. Saiba mais:

O que é mídia digital indoor

A mídia digital indoor é um tipo de publicidade em ambientes fechados ou de espera, como shoppings, vagões de metrô, recepção de hotéis, ônibus, casas lotéricas, supermercados e academias, além de ambientes corporativos, como salas e corredores.

Diferente de um outdoor, modelo de mídia out of home que atinge qualquer pessoa que passa pela rua, os conteúdos exibidos em telas eletrônicas da mídia indoor visam atrair um público específico por meio de uma divulgação mais segmentada.

Por ser mais direcionado e com menor concorrência, esse veículo atrai mais a atenção e, por consequência, é bastante eficaz em seu alcance e captação de potenciais clientes.

O conteúdo em vídeo apresentado em painéis de LED ou telões, deve servir de isca para quem está no ambiente, podendo ser aproveitado não apenas para divulgação, mas também para entretenimento, material informativo e programação institucional.

Vantagens de utilizar essa mídia

Público mais segmentado

Como já mencionado, a mídia digital indoor não é posicionada em qualquer ambiente, alguns critérios são avaliados para que ela esteja no local correto com o intuito de alcançar um público específico.

Ou seja, essa ferramenta viabiliza que pessoas com chances reais de se interessarem pela sua marca tenham acesso ao seu conteúdo. Como, por exemplo, uma empresa de suplementos que anuncia seus produtos em uma academia ou uma papelaria que expõe sua marca em colégios e faculdades da região.

Desse jeito, um outdoor, mesmo que seja eficiente ao alcançar um número maior de pessoas, não é tão eficaz, porque não atinge quem verdadeiramente está relacionado ao perfil de consumidor que se interessaria pelo produto ou serviço ofertado.

Menos invasiva

Sabe aquela frustração de quando se está assistindo a um filme ou a uma novela e, de repente, surge aquele comercial e interrompe justamente na melhor cena? Mesmo que por pouco tempo, é quase impossível não sentir algo negativo. Afinal, nesses momentos, dificilmente alguém estará receptivo a essas mensagens.

Por ser utilizada em ambientes onde o espectador está relaxado ou em espera, a mídia digital indoor se torna menos invasiva do que as tradicionais. Nessas condições, ela causa uma recepção positiva nas pessoas e o seu conteúdo se torna relevante, de modo que crie vínculos emocionais entre a marca e o consumidor.

Maior impacto visual

Além de atingir as pessoas certas, no momento certo, o impacto visual causado pela mídia digital indoor é muito maior em comparação ao modelo estático devido ao seu dinamismo. Em outras palavras, essa ferramenta do marketing é assertiva no seu propósito, pois atrai e prende a atenção do público por mais tempo.

Além disso, é importante considerar que, geralmente, o tempo de exposição do consumidor aos anúncios externos é de apenas 1 a 4 minutos. A empresa precisa fazer bom uso desse pequeno período e, por isso, a mídia digital indoor é a melhor opção para atraí-lo e fazê-lo ler sua mensagem.

Possibilidade de parcerias locais

Uma TV que veicula anúncios em um empreendimento muito frequentado da região pode não apenas expor produtos ou serviços ali comercializados, mas também divulgar outras empresas. Criar essas parcerias é interessante principalmente para negócios locais reunirem forças e fomentarem o crescimento um do outro.

Menos concorrência

A mídia digital indoor aumenta o impacto da propaganda, eliminando a possibilidade de concorrentes anunciarem no mesmo ambiente. Isso acontece porque ela permite total customização do conteúdo veiculado.

A customização do conteúdo e a falta de concorrência acontecem também por causa das parcerias. Quando a empresa se torna parceira do negócio que abriga o veículo de comunicação, dificilmente ela sofrerá com o dispersamento dos clientes devido à presença de outras marcas e excesso de mensagens no local.

Dinamismo no anúncio

A mídia digital indoor facilita a personalização e a atualização de maneira dinâmica da propaganda. Ou seja, é possível criar qualquer tipo de anúncio — além de alterá-lo a qualquer hora do dia — por meio desse modelo de divulgação.

Com a qualidade superior de suas animações multimídias em telas eletrônicas, esse tipo de mídia contribui para o envolvimento do espectador. Outro ponto positivo é que essa sinalização digital conta com horário nobre a todo tempo, diferente dos comerciais em emissoras de televisão que possuem maior audiência durante a noite.

Erros e riscos com software grátis de mídia digital indoor

Lembra do ditado “o barato sai caro”? Ele se aplica perfeitamente aqui. É claro que exibir informação, entretenimento e anúncios publicitários nesses modelos de mídia é uma alternativa atraente para divulgação da marca em lugares específicos, porém é vital ser cauteloso.

Para que a mensagem atinja à pessoa certa e no momento certo, ambientes, eventos e ocasiões devem possuir alguma relação com o público-alvo. Mas, nessas circunstâncias, há outro fator que pode colocar toda a estratégia de marketing a perder: os riscos que podem decorrer de um software grátis de mídia digital indoor.

Veja alguns erros e riscos com esses softwares:

Perda do foco do conteúdo

Esses softwares parecem de graça, mas não são totalmente. Acredite: o fornecedor tem que obter alguma utilidade com o seu anúncio, mesmo sem que você invista financeiramente.

Nesses casos, durante sua programação são exibidos anúncios de outras marcas e isso pode custar o interesse do seu público. Como consequência disso, diminui-se a eficiência dos resultados esperados com essa divulgação.

O diferencial da mídia digital indoor é justamente o fato de ela ser personalizada, direcionada e captar a atenção do cliente, mas com o software gratuito perde-se parte importante desse rendimento.

Falta de suporte

Um dos maiores riscos ao utilizar softwares gratuitos de mídia digital indoor é não ter a quem recorrer caso surja alguma dúvida ou algum problema. Isso acontece porque o serviço de suporte ao cliente somente está incluso em ferramentas pagas.

O suporte é fundamental para combater a perda de tempo e eventuais falhas no software que prejudiquem o andamento da divulgação.

Extravio de informações

O uso de softwares grátis para mídia digital indoor não é tão seguro quanto os pagos devido a falta de backup de informações. Quando é utilizada uma ferramenta paga para veiculação da campanha do plano de mídia, há segurança de que o conteúdo será salvo e armazenado.

Se ocorrer uma falha técnica no software gratuito, somando-se a falta de suporte ao cliente, a qualidade e as informações da programação ficam comprometidas.

Falta mensuração

Para que a estratégia de marketing de uma empresa seja um sucesso e auxilie assertivamente na tomada de decisão, é preciso monitoramento e mensuração dos resultados obtidos.

Acontece que as ferramentas gratuitas não oferecem essa funcionalidade. Sendo assim, não são capazes de entender a eficiência de uma ação, não se identifica o que deu certo e o que não deu. Por outro lado, com softwares pagos há garantia de qualidade e é fácil identificar erros para ajustar o que for necessário.

Como ter sucesso com mídia digital indoor

Antes de qualquer coisa, deve-se compreender que adotar a mídia digital indoor significa uma mudança cultural para o negócio. Para obter sucesso na comunicação com o cliente usando a mídia digital indoor, é indispensável estar atento a alguns pontos:

Analisar os processos comunicativos

Para investir nessa ferramenta de divulgação é primordial possuir um bom planejamento, como em qualquer outro procedimento empresarial. Para isso, o ideal é contar com um diagnóstico geral da situação da comunicação da empresa e, por meio dele, visualizar de que forma a mídia digital indoor pode simplificar os processos.

Vale frisar que a mídia digital indoor pode ser uma excelente forma para aumentar o engajamento e influenciar a motivação dos funcionários. Ou seja, é uma tecnologia de comunicação extremamente flexível, podendo ser utilizada pela empresa para se aproximar tanto do público externo quanto do interno.

Entender o dia a dia do processo

Para ter sucesso com a mídia digital indoor, você deve entender o seu operacional, compreendendo habilmente as etapas que envolvem todos os seus processos, tais como instalação de telas e cabeamentos.

Além disso, a empresa tem necessidade de estar ciente de como funciona o suporte técnico, a manutenção e possível substituição de equipamentos, programação de conteúdos e demais procedimentos pertinentes a essa ferramenta.

É como dizem: “conhecimento é poder”. Conhecendo os processos, o empreendimento tem firmeza em suas ações e corre menos riscos de ser lesado de alguma forma.

Retratar colaboradores na programação

Uma dica curiosa é enxergar os colaboradores além das suas funções. Mostrar a rotina do funcionário, veicular cases de sucesso ou apresentar o dia a dia dentro da organização podem ser jeitos intrigantes de cativar o consumidor — e favorecer a forma como ele enxerga a marca.

Vale ressaltar que não só de promoções e anúncios de produtos vive uma organização. Conteúdo relevante é imprescindível para encantar e aproximar o cliente cada vez mais.

Além disso, essa dedicação gera o sentimento de pertencimento no colaborador, e é sempre vantajoso para o negócio contar com pessoas engajadas e motivadas na equipe.

Evitar problemas técnicos

Além de todos os interesses com o emprego da mídia digital indoor, a empresa também quer passar credibilidade com seu conteúdo para obter a atenção do público-alvo. E para que isso suceda é necessário evitar problemas técnicos ao máximo.

Alguns erros para se atentar são:

  • desconsiderar a borda de segurança — se a tela cortar parte da informação apresentada (texto ou imagem) ficará difícil de compreender a mensagem na sua totalidade;

  • usar tamanho de fonte inapropriado;

  • apresentar painéis ou telões com excesso de informação;

  • expor conteúdo inadequado ao tempo de atenção do cliente;

  • trabalhar sem o auxílio de profissionais experientes em mídia digital indoor;

  • não atualizar a programação periodicamente.

Abordar conteúdos diversos

A mídia digital indoor é, entre tantos outros benefícios, versátil. O que significa que a empresa tem total condição de abordar conteúdos diversos e aproveitar todo o potencial desse poderoso veículo de comunicação.

Além de falar sobre seus produtos ou serviços, ela pode veicular conteúdo informativo, canais de entretenimento, promoções, programações institucionais e curiosidades.

Integrar com outros tipos de estratégias

A mídia digital indoor pode ser facilmente integrada a uma estratégia multimídia. Portanto, a empresa não precisa ter medo de usar todas as opções para se comunicar de forma efetiva com o público-alvo.

Por exemplo, pode-se utilizar a TV corporativa associada a uma campanha de e-mail marketing ou servir para atribuir autoridade a algum conteúdo impresso. Também é pertinente usar redes sociais para propagar e reforçar o conteúdo da corporação.

Transmitindo a informação de diversas formas, a empresa consegue maior força e aceitação.

Não reaproveitar comerciais de TV

“Copiar e colar” o conteúdo de comerciais de TV aberta em um monitor de mídia digital indoor é uma falha que pode custar muito caro para a empresa.

Você deve estar se perguntado o porquê disso, uma vez que seria um material relevante, fácil e rápido. Porém, não é tão simples assim.

Veja bem, reaproveitar os comerciais da TV não seria uma ideia inteligente por que, primeiramente, a atenção da audiência não seria a mesma.

O que queremos dizer com isso é que quando se elabora um conteúdo para televisão, assume-se que as pessoas estão sentadas em frente a um monitor, enquanto aguardam atentamente a programação iniciar.

O mesmo pode não acontecer com as telas de mídia digital indoor. Por essa razão, é preciso considerar que as pessoas podem estar em movimento, sendo necessário priorizar algumas informações.

Além disso, o conteúdo para TV depende de áudio. Nesse caso, criar legendas para adaptá-lo a uma transmissão de mídia digital indoor poderá ser um tiro no pé, dado que, geralmente, o tempo para leitura é curto.

Outro fator que merece sua atenção é que, ao reutilizar o comercial de TV, você perderá o maior benefício que essa mídia pode oferecer: a segmentação do público. Isso porque as propagandas veiculadas em televisores costumam ser bastante genéricas, pois não é esperado homogeneidade da audiência.

Como implementar mídia digital indoor

Agora você já sabe que incluir telas digitais em ambientes fechados é uma estratégia de marketing bastante útil para atingir consumidores mais focados. Mas como utilizar a mídia digital indoor? Para que não haja erros na implementação dessa ferramenta, vamos dar algumas dicas de como aplicá-la. Veja:

Faça um planejamento

Como qualquer outra atividade empresarial, as ações de mídia digital indoor devem possuir um alinhamento estratégico focado em alcançar os objetivos do negócio.

É a partir desse planejamento que todas as próximas dicas se tornarão fáceis de seguir e, ainda, essa etapa pode evitar de uma empresa vir a falência. Por conseguinte, atente-se a esses pontos:

  • Quais investimentos serão feitos;

  • Qual é o retorno esperado;

  • Qual o capital de giro necessário para manter a empresa funcionando;

  • Quais os riscos e oportunidades.

Estude seu público

O segundo passo — tão importante quanto o primeiro — é estudar para conhecer bem o seu público-alvo. Afinal, como você saberia onde ele está e qual o momento certo para abordá-lo se não o analisasse?

Além do mais, conhecendo o público é possível determinar qual tipo de conteúdo é relevante para ele e qual trará lucratividade para o negócio.

Encontre pontos de venda e espera estratégicos

Pontos de espera forçada, como filas de bancos, elevadores e recepções, podem ser ótimas opções para veicular mídia de uma maneira que tenha impacto real sobre as pessoas.

Com as telas de LED, a corporação pode levar conteúdo significativo para aquele possível consumidor que se encontra numa situação de espera e que, por não ter o que fazer, estará mais propenso a se concentrar no seu material e se familiarizar com a proposta do anúncio.

O objetivo dessa estratégia é levar informações que agreguem valor ao cliente e que causem boa impressão, de modo que ele venha reconhecer e valorizar a marca ainda mais.

E ainda, deixar seu produto ou serviço em evidência no ponto de venda, pode ser a minúcia necessária para incentivar o consumidor a fechar negócio no momento de decisão de compra.

Para isso, a empresa pode oferecer esclarecimentos sobre os produtos ou serviços disponíveis ou, então, segmentar o target de cada campanha. Nessa última, durante o planejamento da estratégia, é crucial pesquisar sobre os hábitos dos clientes para descobrir quais locais eles costumam frequentar. Desse jeito fica mais fácil direcionar os investimentos em mídia digital indoor.

Conte com um sistema de TVs e displays digitais

A mídia digital indoor ocorre por meio de painéis de LED ou telões que fisgam o olhar do cliente e prendem sua atenção por muito mais tempo devido seu alto impacto visual.

Para que a veiculação alcance os resultados desejados, é importante contar com um sistema inteligente de TVs e displays digitais para propagar a mensagem da empresa de maneira adequada, garantindo a qualidade na transmissão do conteúdo.

Invista em um software para gestão do conteúdo

Acima falamos um pouco sobre os erros e riscos implicados no uso de softwares grátis de mídia digital indoor. Alertamos sobre a perda do foco do conteúdo, a falta de suporte ao cliente e de backup das informações e ausência de mensuração e monitoramento, mas, para piorar, é importante saber que não há garantia de funcionamento dessas ferramentas gratuitas.

Diante de todos esses aspectos negativos, ficou evidente a seriedade de se buscar um software confiável, estável e de fácil uso para gerir o conteúdo da mídia. Um sistema que vale a pena é aquele que ajudará a empresa a publicar rapidamente as mensagens do anúncio, distribuí-los para rodar nas telas e monitorar a apresentação.

Garanta qualidade e alta definição

A empresa deve se certificar de que está adquirindo equipamentos capazes de propiciar o perfeito funcionamento da sua operação, de modo que não comprometa a sua estratégia de mídia digital indoor.

Escolher o display digital demanda cautela, pois é um investimento valoroso para o negócio. Problemas com esses dispositivos podem resultar na interrupção das campanhas e trazer consequentes dispêndios financeiros e de tempo.

Mais do que displays com correto funcionamento, para obter resultados positivos com a mídia digital indoor, é inevitável adquirir equipamentos de qualidade e de alta definição. Isso em razão de a maioria das pessoas, hoje em dia, serem extremamente visuais e se interessarem mais facilmente por aquilo que fascina seus olhos.

Distribua informação útil e de qualidade

Um dos piores erros que empresários cometem nos projetos de mídia digital indoor é não atentar-se ao conteúdo e sua forma de exibição. O ideal é desfrutar os recursos disponíveis aliando-se ao bom senso para dar vida à tela.

Textos e imagens padrões é o que todo mundo já faz, portanto não tenha medo de inovar e entregar um conteúdo verdadeiramente atrativo e valioso para o seu público-alvo. Não deixe de acompanhar as tendências do momento, esteja informado sobre os assuntos que as pessoas tanto comentam e fale com elas usando uma linguagem apropriada.

Uma empresa que entrega conteúdo bem pensado, planejado e distribuído, sempre de acordo com os objetivos pré-determinados, é capaz de se tornar uma autoridade em determinado assunto e engajar os seus clientes

Aliando o constante avanço da tecnologia, a consequente ascensão das inovações digitais e a modernização na indústria de eletrônicos, pôde-se otimizar o poder da mídia digital indoor ao longo do tempo. E, com isso, surgiu o termo digital signage — ou sinalização digital —, que, apesar de o nome ser assustador, é simplesmente a modernização da velha publicidade para ambientes fechados.

Agora você já sabe tudo o que precisa sobre mídia digital indoor! Conhece alguém que pode gostar desse conteúdo também? Compartilhe nas suas redes sociais!

Software para digital signage: o que levar em conta na hora de escolher?

Se você ainda não investe em digital signage, ou sinalização digital, saiba que está perdendo uma excelente oportunidade de aumentar suas vendas. Mas, para isso, é preciso muito planejamento e um bom software.

Na postagem de hoje, apresentaremos o que é um software para digital signage, por que ele é tão importante para sua empresa e algumas dicas essenciais para escolher um que se enquadre em suas necessidades. Boa leitura!

O que é um software para digital signage?

Basicamente, é o programa responsável por todo o gerenciamento de uma rede de telas de sinalização digital. Por meio dele, é possível gerenciar todos os pontos (telas) de maneira remota, permitindo mais agilidade na atualização de conteúdo e monitoramento constante da situação de cada um, apontando seu estado de funcionamento ou necessidade de manutenção.

Em sua grande maioria, todos os conteúdos ficam salvos na nuvem, o que traz mais segurança aos arquivos e evita perdas por diversos motivos, como a infecção por vírus ou danos no hardware.

Vale a pena investir?

Muitos acreditam que ele é dispensável se você possuir apenas uma ou duas telas próximas, pois um DVD ou computador pode dar conta do serviço. Contudo, é essencial para quem quer um sistema de sinalização digital mais robusto, principalmente nos casos em que há:

  • um grande número de telas instaladas;
  • telas muito distantes;
  • alta frequência de atualização de conteúdo;
  • necessidade de comprovação de veiculação dos materiais.

Muitas vezes, o custo de locomoção entre um ponto e outro, principalmente em redes de franqueados, pode ser muito alto e mais caro do que a mensalidade de um bom software para digital signage.

Se você é do tipo que precisa de informações confiáveis para se convencer a investir em algo (o que é correto), veja alguns dados interessantes:

  • segundo uma pesquisa da VCA Global, 42% das pessoas que afirmam consumir vídeos em telas de lojas preferem comprar em locais que utilizam digital signage no PDV em detrimento a outros que possuem o mesmo produto, mas não utilizam essa ferramenta;
  • pode até não ser uma novidade, mas uma pesquisa da Advisium apurou que cerca de 60% das decisões de compra são tomadas no PDV, justificando o investimento em uma ferramenta que possa entregar a promoção de seus produtos ou serviços com qualidade.

Como escolher um software?

Assim como qualquer outra atividade empresarial, o primeiro passo é elaborar um planejamento completo, identificando um problema, propondo soluções, analisando os públicos e, ainda, a verba disponível para investimento. Veja alguns dos pontos que merecem toda a sua atenção na hora de escolher o seu futuro software para digital signage.

Avalie as necessidades de sua empresa

Antes de mais nada, é preciso identificar quais são as reais necessidades de sua empresa em relação a esse tipo de software. Para isso, é valido fazer uma reflexão sobre os objetivos almejados e os resultados esperados.

Veja algumas questões fundamentais para fazer a avaliação:

  • qual é a finalidade da estratégia? (TV corporativa, vitrine digital, mídia indoor etc.);
  • quantos pontos de transmissão são necessários?
  • preciso de uma programação diferente para cada ponto?
  • qual a distância entre eles?
  • consigo resolver possíveis problemas rápido?
  • qual a frequência de atualização dos conteúdos?
  • quem ficará responsável pela criação dos conteúdos?
  • preciso de modelos prontos para auxiliar na produção de novos conteúdos?
  • preciso de níveis de permissão para gerenciar o programa?
  • o material a ser veiculado é sigiloso?
  • qual a capacidade de armazenamento do sistema?
  • preciso emitir um relatório que comprove a veiculação dos conteúdos?

Essas são perguntas simples. Se você já elaborou um planejamento de forma correta, o processo ficará ainda mais fácil. Com essas respostas em mãos, é chegada a hora de começar a levantar as opções.

Verifique os requisitos básicos

Atualmente, existem diversas opções de softwares para digital signage, sendo algumas gratuitas. Contudo, é preciso avaliar cada uma delas para ver se entregam o básico:

  • criação de playlists (listas de reprodução) personalizadas;
  • exibição dos dados de cada ponto em tempo real, como status da rede e conteúdo reproduzido;
  • upload e suporte aos tipos de arquivos de áudio, vídeo e imagem mais comuns;
  • utilização de molduras;
  • reprodução de feed RSS;
  • acesso a partir de qualquer plataforma (aplicação WEB);
  • sistema de backup na nuvem ou servidor remoto;
  • estabilidade na transmissão de dados; e
  • interface limpa, amigável e de fácil usabilidade.

Verifique os requisitos específicos

Após verificar se as opções escolhidas possuem os requisitos básicos, é preciso avaliar alguns requisitos específicos, como:

  • inclusão de biblioteca com modelos prontos para edição;
  • criador e editor de conteúdo integrado à ferramenta;
  • gerenciamento de usuários;
  • emissão de relatórios específicos, como volume de reprodução de conteúdo e de status de hardware;
  • níveis de segurança das informações no sistema;
  • possibilidade de utilização de conteúdos interativos e/ou georreferenciado.

Nessa etapa é preciso ter um conhecimento profundo de todas as necessidades de sua empresa. Se ainda não tem certeza do que precisa, refaça todos os questionamentos anteriores.

Teste as ferramentas

Depois de avaliar as opções disponíveis e verificar quais suprem suas necessidades de maneira completa, é provável que tenham restado poucas opções. Agora é preciso testá-las.

Durante os testes, simule as operações cotidianas de sua empresa e utilize todas as opções disponíveis. É aqui que você também vai avaliar a facilidade de utilização de cada uma delas e testar seus respectivos suportes técnicos.

Se você encontrou muitas dificuldades ou falhas na execução das atividades, passe para o próximo software. Antes de tomar qualquer decisão é preciso testar todas as opções encontradas para escolhas erradas.

Compare preços e vantagens

Por último, mas não menos importante, é preciso avaliar o volume de recursos que devem ser investidos em cada uma das opções e compará-los aos benefícios oferecidos por elas. Você encontrará opções mais caras e outras mais baratas, mas não tome a decisão baseando-se apenas pelo preço.

Cada software possui o seu diferencial e é preciso avaliar se as vantagens que oferecem estão condizentes com o que cobram.

Nós da Hashtag TV temos uma excelente opção de software para digital signage. Entre em contato com a nossa equipe e descubra como podemos auxiliar sua empresa nas estratégias de sinalização digital.

Fast fashion: como a digital signage pode ajudar na tarefa de girar o estoque

A moda rápida requer agilidade nas ações de marketing para que o estoque não fique parado e se torne obsoleto. Com uma plataforma de digital signage – como a da HashtagTV, que é 100% integrada às redes sociais -, é possível desenvolver campanhas para aumentar as vendas e o tíquete médio. E, claro, baixar o estoque.  

A fast fashion, ou a moda rápida, é uma estratégia adotada por grandes redes de loja para comercializar itens de vestuário, com um ciclo de vida do produto curto, o que exige ações rápidas de marketing para fazer o estoque girar.

Uma plataforma de digital signage integrada às redes sociais, além de tornar o layout da loja mais atrativo e moderno – o que por si só contribui para o incremento das vendas, já que aumenta o tempo de permanência do cliente na loja -, pode colaborar com o objetivo de baixar o estoque e, assim, aumentar o tíquete médio e o faturamento.

A HashtagTV apresenta algumas formas de engajar o cliente neste setor com conteúdo especial nas telas.

  •         A postagem de fotos de clientes usando looks da loja motiva outros clientes a procurarem as peças fotografadas. Além disto, esta é uma propaganda feita por uma pessoa “real”, e não uma modelo, o que confere credibilidade à marca.
  •         Peças que não estão tão aparentes no mostruário podem ser mostradas nas telas, facilitando a busca do cliente pelos itens que deseja.
  •         A divulgação de promoções-relâmpago é uma forma de aumentar o tíquete-médio e atrair mais clientes à loja.
  •         As telas podem servir como placas dinâmicas de orientação para o cliente, indicando setores da loja.
  •         Na fila do caixa, a exibição de conteúdo diminui a percepção do tempo de espera, entretendo o cliente enquanto ele não é atendido.

Além do mais, o conteúdo da plataforma de digital signage pode integrar filiais de uma rede e as telas podem ser um canal para treinamento dos funcionários. As informações do sistema são atualizadas de forma remota, centralizadas ou segmentadas por loja, o que dá agilidade às ações e permite interagir com o funcionário e o consumidor em tempo real.

Sobre a HashtagTV

A HashtagTV trouxe para o Brasil um novo conceito de comunicação em Mídia Out Of Home (MOOH) que integra a TV com as redes sociais. É uma ferramenta de marketing interativa e em tempo real que apresenta, em um monitor de TV, comentários em redes sociais sobre a sua marca.

O projeto pode ser customizado, e o processo de implementação é simples: basta conectar o sistema Hashtag Player a uma ou mais telas e aprovar os posts que vão para o monitor através de um gerenciador, que funciona em dispositivo mobile, sem complicação.

Saiba mais:

HashtagTV | +55 11 3504-0466 | www.HashtagTV.com.br | quero@HashtagTV.com.br

Shopping Boulevard de Porto Alegre realiza operação de digital signage com a HashtagTV e abre canal de comunicação interativo e em tempo real com o consumidor

Com o vídeo wall operado com a plataforma da HashtagTV, o Shopping Boulevard Assis Brasil aponta aumento de engajamento do consumidor e dos lojistas.

A gestão de marketing do Shopping Boulevard, que tem duas unidades na capital gaúcha, nunca tinha investido em digital signage, pela percepção de que era uma operação complexa e difícil de ser dirigida: “dois mitos que se desfizeram quando conhecemos a HashtagTV”, explica Kaká Dal Soto, Gerente de Maketing do Boulevard. Ela revela: “nós tínhamos em mente que seria preciso criar uma estrutura especial, física e própria para cada tela, como com a HashtagTV é tudo online, topamos na hora testar a plataforma”. Desde o final de dezembro, o Shopping iniciou o uso do aplicativo que compartilha os conteúdos do portal UOL, o que encorpou ainda mais o conteúdo da tela.

Ainda no primeiro mês de atividade do projeto, o evento de stand up comedy com Duda Garbi recebeu, em uma hora, mais de 40 compartilhamentos da #DudanoBoulevard. Kaká comenta o resultado: “nosso principal objetivo com a operação é criar um canal de interação em tempo real com o consumidor e divulgar nossas redes sociais, o que já está acontecendo”, enfatiza.

“Com a plataforma da HashtagTV, é possível criar sua própria rede de TV, por meio de compartilhamento de conteúdo via aplicativos e integração com as redes sociais”, explica Flávio Aronis, CEO da empresa, que completa: “outra vantagem é a possibilidade de monetizar espaços, em inserções de 15 segundos, abrindo mais uma forma de integração com outras marcas e diminuindo o tempo de retorno do investimento”, explica.

O Shopping Boulevard pretende ceder espaços na programação para os lojistas: “a ideia é amadurecer a programação e aumentar o engajamento, e aí, sim, integrar as marcas que estão presente no Shopping em ações para os consumidores, ampliando a visibilidade de todas as lojas”, finaliza Kaká.

Sobre a HashtagTV

A HashtagTV trouxe para o Brasil um novo conceito de comunicação em mídia Out Of Home que integra a TV com as redes sociais. A HashtagTV permite que o cliente crie seus próprios canais de TV interativos e personalizados, tendo a internet como agente de ativação, conectada a qualquer tipo de monitor, em praticamente todos os lugares possíveis. O processo de implementação é simples e permite customização total do projeto: basta conectar o Hashtag Player à uma tela, usar o gerenciador Hashtag para administrar seu conteúdo e seu canal e aprovar os posts que vão para sua tela por meio de dispositivo mobile, sem complicação.

HashtagTV dá dicas de como usar Twitter e Instagram para gerar conteúdo

HashtagTV dá dicas de como usar Twitter e Instagram para gerar conteúdo: Por meio de aplicativo, você pode usar as hashtags do Twitter e Instagram para filtrar conteúdo das redes sociais e exibir postagens no seu sistema de digital signage.

Twitter e Instagram para gerar conteúdo: Um aplicativo do sistema de digital signage da HashtagTV permite filtrar hashtags do Facebook e do Instagram para que as postagens sejam exibidas nas telas, facilitando a geração de conteúdo próprio. As postagens nos monitores da HashtagTV podem acontecem em tempo real, já que a plataforma é totalmente integrada às redes sociais, e você ainda pode criar uma galeria de fotos.

O sistema de digital signage integrado às redes sociais pode criar algo muito interessante para o cliente do seu negócio e para a sua marca. Em tempos de autopromoção e de exposição nas redes sociais, criar hashtags e divulgá-las para o seu público pode aumentar o engajamento com a sua marca e incrementar as vendas. Hashtag é uma “etiqueta”, uma composição de palavras precedida de uma cerquilha, ou o sinal do jogo da velha. Ela serve para criar uma interação dinâmica nas redes sociais.

App

Com o aplicativo da HashtagTV, o conteúdo das redes sociais é selecionado e, depois de aprovado, entra na fila de exibição. No entanto, para que o “tiro não saia pela culatra” e o trabalho requeira muito tempo para escolher as postagens que serão exibidas, é preciso ter alguns cuidados na definição das “etiquetas” que sua empresa irá adotar. Veja as dicas da HashtagTV para definir adequadamente uma hashtag.

  • As hashtags devem ser curtas, objetivas, únicas. Mas não use #uma #hashtag #para #cada #palavra, pois fica confuso – e ninguém conversa deste jeito.
  • As hashtags da sua empresa devem ser adotadas em todos os canais, mesmo naqueles em que não podemos clicar nelas. Assim, elas chegarão ao conhecimento de todos.
  • Modere na quantidade de hashtags. Ninguém vai lembrar delas se as possibilidades forem muitas. Use poucas, mas marcantes.
  • Antes de sair divulgado suas hashtags, pesquise se outras empresas ou pessoas não estão usando.
  • Lembre-se de que uma hashtag pode ser usada de modo negativo – se isso pode ser feito com facilidade, mude a hashtag!
  • Por fim, o básico: verifique se a ortografia está correta. Erros na escrita causam no cliente uma percepção negativa do seu negócio como um todo, e não só da equipe que criou a hashtag.

Sobre a HashtagTV

A HashtagTV trouxe para o Brasil um novo conceito de comunicação em Mídia Out Of Home (MOOH) que integra a TV com as redes sociais. É uma ferramenta de marketing interativa e em tempo real que apresenta, em um monitor de TV, comentários em redes sociais sobre a sua marca.
O projeto pode ser customizado, e o processo de implementação é simples: basta conectar o sistema Hashtag Player a uma ou mais telas e aprovar os posts que vão para o monitor através de um gerenciador, que funciona em dispositivo mobile, sem complicação. 

Mais informações:

HashtagTV | +55 11 3504-0466 | www.HashtagTV.com.br | quero@HashtagTV.com.br 

Digital Signage capta atenção do cliente na fila de banco

Fila de banco nunca é agradável. Mas este problema pode ser resolvido. Uma plataforma de digital signage, como a da HashtagTV, pode amenizar a percepção de tempo de espera e reduzir o estresse do cliente. De quebra, as telas do sistema ainda podem auxiliar na venda de produtos e serviços bancários.  

A fila ainda é uma grande questão para os bancos. Preocupa os gestores, que devem cumprir o aspecto legal sobre tempo de espera, e estressa clientes, que muitas vezes precisam usar o horário de trabalho ou do intervalo do almoço para ir ao banco.

Mesmo com todos os cuidados que as instituições bancárias têm tomado para amenizar as filas, nos períodos de maior procura – como o início do mês – as filas se tornam praticamente inevitáveis. Como resolver este problema?

Uma plataforma de digital signage pode amenizar a percepção do tempo de espera do cliente e promover uma experiência positiva. Ao instalar as telas em pontos estratégicos da agência bancária (na fila do caixa, por exemplo), o cliente se entretém com o conteúdo, o que reduz o estresse pelo tempo de espera e ainda pode incrementar a venda de produtos e serviços do banco.

A HashtagTV dá algumas sugestões de conteúdo para agências bancárias:

  •         Pensamentos motivacionais que inspirem alegria e positividade.
  •         Últimas notícias nacionais e internacionais.
  •         Previsão do tempo.
  •         Ofertas de produtos e serviços bancários, como seguros, previdência etc.
  •         Ações institucionais e filantrópicas realizadas pelo banco.
  •         Postagens de clientes nas redes sociais elogiando algum produto ou serviço da instituição.

Além disto, as telas podem organizar a rotina bancária, apresentando a ordem de atendimento por senha e/ou direcionando os clientes para o setor correto.

Sobre a HashtagTV

A HashtagTV trouxe para o Brasil um novo conceito de comunicação em Mídia Out Of Home (MOOH) que integra a TV com as redes sociais. É uma ferramenta de marketing interativa e em tempo real que apresenta, em um monitor de TV, comentários em redes sociais sobre a sua marca.

O projeto pode ser customizado, e o processo de implementação é simples: basta conectar o sistema Hashtag Player a uma ou mais telas e aprovar os posts que vão para o monitor através de um gerenciador, que funciona em dispositivo mobile, sem complicação.

Saiba mais:

HashtagTV | +55 11 3504-0466 | www.HashtagTV.com.br | quero@HashtagTV.com.br

Como a Mídia Out Of Home ajuda a atrair clientes

Para conquistar e atrair clientes, é preciso investir em uma boa estratégia de comunicação, que envolva mídias diversas, com o objetivo de se estabelecer na mente do consumidor. A HashtagTV, parceira da norte-americana Enplug para comercializar sistema de digital signage no Brasil e na América Latina, explica como a Mídia Out Of Home auxilia na tarefa de chamar a atenção das pessoas para uma marca.

Atrair clientes: Hoje o consumidor está em todo lugar, sempre em trânsito. As marcas que desejam se fixar na mente das pessoas precisam acompanhar este ritmo e surpreender o cliente com ações no local em que ele está passando.

Uma alternativa para chamar a atenção do cliente que está em deslocamento é a Mídia Out Of Home (MOOH). Por estar em todo lugar, assim como as pessoas, e por ser imagem em movimento, pode captar o olhar de um potencial cliente em questão de segundos. Além disto, a MOOH confere agilidade, qualidade, segmentação e interação para a estratégia de comunicação da empresa.

A HashtagTV, que comercializa no Brasil e na América Latina uma plataforma de digital signage 100% integrada às redes sociais, explica como este tipo de mídia ajuda a atrair mais clientes para o negócio.

  •         As telas do sistema estão instaladas em pontos estratégicos – como avenidas e pontos comerciais, por exemplo, salões de beleza e centros médicos. Isto permite conhecer o público que circula no local e segmentar o conteúdo, dando visibilidade à marca.
  •         O conteúdo pode ser atualizado de forma remota, o que confere agilidade às ações e permite interagir com o consumidor em tempo real.
  •         O consumidor não pode pausar o conteúdo que está em exibição nas telas, como acontece na TV ou na internet. Ou seja, de uma forma ou de outra, ele será impactado pela marca, até porque o conteúdo tem movimento, ou seja, não é estático como os painéis tradicionais.
  •         A integração com outras mídias, como as redes sociais, possibilita uma interação com o consumidor como nunca antes vista. Dois exemplos são: sorvete de casquinha do Mc Donald’s  e Coca-Cola Zero .

A plataforma de digital signage da HashtagTV é 100% integrada às redes sociais. De fácil implementação e operação, o sistema também é uma ferramenta de marketing de baixo custo.

Sobre a HashtagTV

A HashtagTV trouxe para o Brasil um novo conceito de comunicação em Mídia Out Of Home (MOOH) que integra a TV com as redes sociais. É uma ferramenta de marketing interativa e em tempo real que apresenta, em um monitor de TV, comentários em redes sociais sobre a sua marca.

O projeto pode ser customizado, e o processo de implementação é simples: basta conectar o sistema Hashtag Player a uma ou mais telas e aprovar os posts que vão para o monitor através de um gerenciador, que funciona em dispositivo mobile, sem complicação.

Saiba mais:

HashtagTV | +55 11 3504-0466 | www.HashtagTV.com.br | quero@HashtagTV.com.br

Digital signage auxilia a fidelizar clientes a um baixo custo

Com 100% de integração às redes sociais, a plataforma de digital signage pode ser uma arma poderosa para combater a crise em 2017: consiga fidelizar clientes com ações simples e efetivas, que exigem baixo investimento.

Fidelizar clientes é uma estratégia antiga de diferenciação, mas que pode ser a chave para sair da crise em 2017, até porque conquistar um cliente novo custa muito mais caro do que manter um antigo. Uma plataforma de digital signage integrada às redes sociais é um meio de atingir clientes atuais e potenciais com um baixo investimento.

Com 100% de integração às redes sociais em um país com mais de 93 milhões de usuários conectados, o sistema da HashtagTV auxilia na fidelização do cliente da seguinte forma:

  • O cliente pode ver, nas telas e em tempo real, um post ou foto que publicou nas redes sociais. Ser reconhecido pela marca é uma forma de aumentar o engajamento e ainda promover o negócio para a rede de contatos do cliente.
  • O sistema permite o acompanhamento de métricas importantes e que servirão de base para as próximas ações e estratégias de fidelização. Desta forma, é possível conhecer o que o cliente valoriza e quais são as suas expectativas. Surpreender o cliente ofertando o que ele espera também é uma forma de fidelizá-lo.
  • Crie uma ou mais hashtags para o seu negócio e motive os clientes a usá-las – a plataforma da HashtagTV faz o filtro automático de quem as adotou nas redes sociais. Na maioria dos casos, somente aparecer nas telas de digital signage já é um grande motivo.
  • Faça promoções especiais para os clientes que publicarem sobre o seu negócio nas redes sociais: pode ser desconto, brinde, garantia estendida e o que mais a criatividade e o orçamento permitirem. Receber algo de forma inesperada fará o cliente se lembrar da sua marca.
  • Para os clientes que tiveram uma experiência muito positiva com a sua marca, peça para publicar um depoimento nas redes sociais – e apresente nas telas. Todos gostam de dar seu testemunho, e isto ainda trará mais credibilidade ao seu produto ou serviço.

Sobre a HashtagTV

A HashtagTV trouxe para o Brasil um novo conceito de comunicação em Mídia Out Of Home (MOOH) que integra a TV com as redes sociais. É uma ferramenta de marketing interativa e em tempo real que apresenta, em um monitor de TV, comentários em redes sociais sobre a sua marca.
O projeto pode ser customizado, e o processo de implementação é simples: basta conectar o sistema Hashtag Player a uma ou mais telas e aprovar os posts que vão para o monitor através de um gerenciador, que funciona em dispositivo mobile, sem complicação.

Saiba mais:

HashtagTV | +55 11 3504-0466 | www.HashtagTV.com.br | quero@HashtagTV.com.br

HashtagTV gera 181 milhões de impactos no Réveillon de Salvador

O Réveillon de Salvador, considerado o maior do Brasil, reuniu mais de 1,5 milhão de pessoas em 5 dias de evento. A HashtagTV também estava lá: nos telões, foi possível ao público participar da festa de uma forma muito mais interativa.

A plataforma de digital signage 100% integrada às redes sociais da HashtagTV foi uma das atrações que inovaram o Revéillon de Salvador, considerado o maior réveillon do Brasil, reunindo mais de 1,5 milhão de pessoas. Juntamente com as 20 atrações musicais do evento, como Daniela Mercury, Claudia Leitte e Anitta, os telões instalados no local trouxeram uma nova forma de interação e geraram mais de 1,3 milhão de likes apenas nos 5 dias do evento.

Além das curtidas, 39 milhões de seguidores do Instagram foram atingidos pela ação, que gerou o total de 181 milhões de impactos. Também foram capturados e apresentados nos telões mais de 5.800 posts sobre o evento que continham mais de 7.500 hashtags, entre as hashtags próprias do evento e aquelas dos artistas participantes.

Além da quantidade de 1,3 milhão de likes, o evento também originou mais de 20 mil comentários sobre fotos, feitos por 2.500 usuários diferentes. “No Revéillon de Salvador, a plataforma da HashtagTV foi implantada para que o público pudesse interagir com os telões e fazer a transmissão do evento por sua perspectiva, gerando um engajamento real com o evento”, explica Flávio Aronis, CEO da HashtagTV.

A coleta dos dados foi feita através da própria plataforma da HashtagTV, que permite acompanhar estas métricas. O evento aconteceu de 28 de dezembro a 1º de janeiro, e os números foram capturados em 27 de dezembro e 2 de janeiro.

Sobre a HashtagTV

A HashtagTV trouxe para o Brasil um novo conceito de comunicação em Mídia Out Of Home (MOOH) que integra a TV com as redes sociais. É uma ferramenta de marketing interativa e em tempo real que apresenta, em um monitor de TV, comentários em redes sociais sobre a sua marca.
O projeto pode ser customizado, e o processo de implementação é simples: basta conectar o sistema Hashtag Player a uma ou mais telas e aprovar os posts que vão para o monitor através de um gerenciador, que funciona em dispositivo mobile, sem complicação.

Saiba mais:

HashtagTV | +55 11 3504-0466 | www.HashtagTV.com.br | quero@HashtagTV.com.br

 

Torne sua digital signage ainda mais atraente com as dicas da HashtagTV

A plataforma de digital signage agrega um elemento visual poderoso ao ambiente da sua loja, captando a atenção do cliente. Mas para que esta atenção seja de qualidade, é preciso tornar o sistema relevante para o público. Veja estas dicas da HashtagTV para potencializar a comunicação do seu negócio através das telas.

Dicas da HashtagTV: Uma plataforma de digital signage, por ser um elemento visual no ambiente, já tem, por si só, o poder de atrair a atenção do público. Além do mais, é um setor em expansão: segundo o blog AdMOOH, em 2016 foi registrado crescimento de 17% neste tipo de publicidade. Mas é possível potencializar o poder desta mídia e aumentar ainda mais a audiência?

Sim, isto é possível. Seu negócio pode adotar estratégias mais eficientes de comunicação e, assim, captar a atenção de mais pessoas. E, sabemos, a relação é diretamente proporcional: quanto mais pessoas conhecerem o seu negócio, maior a probabilidade de comprarem o seu produto ou serviço.

Veja estas dicas da HashtagTV para fazer crescer o alcance da sua digital signage.

Aumente a receita do seu negócio vendendo espaço publicitário para marcas parceiras. É uma forma de variar o conteúdo, tornando-o mais atrativo, e trazer mais uma fonte de recursos para sua empresa.

O planejamento da comunicação é fundamental. Conheça o seu público e divulgue informações que sejam relevantes para ele. Se você não sabe quem é o seu cliente, vá ao ponto de venda ou ao local de instalação da tela e observe. Converse e faça perguntas para aqueles que demonstrarem abertura para um bate-papo.

O conteúdo é o rei – uma máxima que não sai de moda. Se você quer engajar o seu cliente e atingir potenciais clientes, pense na mensagem que irá transmitir. De nada adianta um visual atraente se o conteúdo frustrar as expectativas. A linguagem também é um aspecto importante: converse com seu público de uma forma que ele entenda, especialmente se o seu produto ou serviço for muito técnico e o público for leigo.

Se seu negócio tem filiais em locais diversos, analise a possibilidade de segmentar o conteúdo de acordo com a região e o público-alvo. Um cliente do Sul do País tem interesses diversos de um cliente da região Nordeste, por exemplo.

Saiba como o seu cliente acessa a sua marca. Pelas redes sociais? Pelo site? Diretamente na loja física? A forma como ele chega até o seu negócio também deve ser referência para o desenvolvimento do conteúdo da sua digital signage.

Sobre a HashtagTV

A HashtagTV trouxe para o Brasil um novo conceito de comunicação em Mídia Out Of Home (MOOH) que integra a TV com as redes sociais. É uma ferramenta de marketing interativa e em tempo real que apresenta, em um monitor de TV, comentários em redes sociais sobre a sua marca.
O projeto pode ser customizado, e o processo de implementação é simples: basta conectar o sistema Hashtag Player a uma ou mais telas e aprovar os posts que vão para o monitor através de um gerenciador, que funciona em dispositivo mobile, sem complicação.

Saiba mais:
HashtagTV | +55 11 3504-0466 | www.HashtagTV.com.br | quero@HashtagTV.com.br