Saiba tudo sobre mídia out of home!

Não se pode negar a popularidade que a mídia out of home (MOOH) tem ao redor do mundo. Desde o surgimento do outdoor, seu desenvolvimento permitiu que novos dispositivos fossem criados para oferecer incríveis formas de divulgação.

Assim, esse mercado de publicidade ao ar livre tem crescido cada vez mais, levando-se em conta ainda a adoção de peças de mobiliário urbano em cidades que tenham média a grande concentração populacional. É interessante ressaltar que os consumidores atuais passam muito mais tempo fora de casa e acabam travando o contato direto com a MOOH.

Portanto, deixe de lado qualquer análise ou pensamento de que esse tipo de mídia possa lhe parecer algo antiquado. Por causa da realidade mencionada, é o contrário que tem ocorrido: a MOOH está cada vez mais em alta.

Apesar de apresentar um conceito simples, algumas pessoas ainda demonstram dúvidas sobre mídia out of home e sua prática para atender certos tipos de negócio, como o varejo. O intuito deste artigo é esclarecer tudo o que você gostaria de saber sobre a MOOH e mostrar o quanto esse investimento pode ser incrível quando utilizado corretamente.

Mas afinal, que mídia é essa?

A mídia out of home é aquela que consegue atingir o público-alvo quando ele está fora de casa. Seja no caminho para o trabalho, em um passeio em família ou durante a prática de um exercício físico, a pessoa será precisamente impactada por uma mensagem divulgada, exibida, destacada em algum local específico de exposição.

Ela foi feita para pessoas que estão em constante movimento e não são próximas dos meios de comunicação tradicionais, como a televisão ou o jornal, por exemplo. Externar a divulgação, inclusive, permite investir em propostas muito mais inovadoras e criativas.

A mídia out of home permite que você:

  • esteja um passo a frente no mercado, pois fornece informações acessíveis;
  • monitore as ações e identifique os indicadores que possam definir suas metas;
  • faça um investimento certo em algo que realmente traz resultados;
  • se comunique com o consumidor, passando-lhe mais confiança.

A popularização da MOOH começou por volta da década de 1990, nas grandes metrópoles de países desenvolvidos, como os Estados Unidos e o Japão. Por exemplo, um dos lugares que tem mais reconhecimento mundial quando se trata de mídia out of home é a Times Square, em Nova York.

Jogue a localização em um site de busca e observe os detalhes nas imagens. Nenhuma divulgação é igual à outra. Algumas vão além das imagens e também utilizam sons e outros recursos para se destacar em meio a tantas informações. Hoje, a MOOH já tomou conta de todo o mundo.

Descubra quais são os tipos de mídia out of home

A mídia out of home se divide em duas grandes categorias: a place-based e a tradicional.

A MOOH place-based

O primeiro grupo engloba os variados locais em que pode ser colocada, como os aeroportos, instituições de ensino, indoor, vôos, lojas, shoppings e centros comerciais, estádios, os meios de transporte e ações em eventos.

A MOOH tradicional

O segundo grupo, por sua vez, concentra os meios usados para a aplicação dos formatos da mídia: aéreo, pontos de ônibus, a publicidade móvel, outdoor, amostras, orelhões, transporte público e também táxis e veículos de empresas como Uber. Para atender às necessidades do cliente, vale pensar em tudo o que pode ser usado ao ar livre.

Os três pontos da MOOH

Alguns profissionais, no entanto, preferem dividir as espécies de MOOH em três “pontos”. São eles:

  • ponto de espera: elevadores, consultórios, interior de meios de transporte, filas de supermercado, bancos ou quaisquer lugares que façam o consumidor esperar fazem parte deste grupo; essa é a hora em que a pessoa realmente tem tempo de absorver e assimilar informações;
  • ponto de venda: este ponto abrange o ato e a decisão de compra — o que determina as possibilidades de incentivar que o consumidor adquira um produto ao receber uma simples informação; as mídias podem estar presentes em telas de televisão e displays;
  • ponto de trânsito: ruas, estradas, centros comerciais, parques e locais em que as pessoas precisam caminhar ou passar frequentemente com veículos são considerados pontos de trânsito; aqui, a informação deve ser curta, pois o tempo de permanência do consumidor junto a ela não será muito grande.

Além desses aspetos mais básicos sobre a MOOH, com o atual desenvolvimento da internet e da comunicação rápida, é importante ficar atento às soluções de digital out of home.

Entenda o que é digital out of home

Estamos conectados o tempo todo, seja no celular ou em um computador. Tudo o que envolve ferramentas como essas passa uma imagem de acessibilidade e facilidade. Além disso, por ser algo com o qual estamos bem familiarizados, faz com que o entendimento sobre um anúncio seja muito mais evidente e simples.

Com o avanço da tecnologia, já temos uma importante variável da MOOH: a publicidade digital out of home utiliza monitores e telas de LED a fim de trabalhar a propaganda desejada.

A instalação é um pouco mais cara, mas a sua funcionalidade é bastante interativa e consegue atrair ainda mais a atenção das pessoas.

Quais são suas vantagens e benefícios?

Mesmo quando exige uma montagem diferenciada, as vantagens e benefícios da mídia out of home são muitos. E, dentre eles, os tópicos a seguir abrangem os principais.

Alta captação de público

Para uma grande multidão ou o interior de um estabelecimento, a MOOH consegue massificar as ações ao atingir muitas pessoas ao mesmo tempo. Bons exemplos disso são a mídia out of home para uma academia e a mídia out of home para os salões de beleza.

Inclusive, podemos ressaltar em tais casos o quanto essa mídia não é intrusiva. A mensagem está lá, sempre presente, mas não interrompe de forma ativa nenhuma das atividades que um transeunte ou consumidor esteja desempenhando.

Exibição duradoura

Se o planejamento de comunicação permitir, o uso da mídia out of home pode ser contínuo. Ou seja, enquanto você desejar que aquela campanha permaneça em exibição ou evidência, a sua comunicação continuará em pleno funcionamento.

Isso ajuda também a atingir variados nichos de público, visto que existe um fluxo diferente que frequenta o ambiente na parte da manhã, da tarde e da noite. Os resultados, então, são ainda melhores.

Custo acessível de investimento

Alguns clientes não possuem uma verba extensa para investir em uma campanha completa. Às vezes, até mesmo o que ele precisa pode ser feito com uma importância mais modesta. E é aí justamente que a MOOH pode ser fantástica.

A produção dessa mídia é, de modo geral, simples. Por isso, seus custos são muito acessíveis para qualquer tipo de negócio. Em comparação com as outras mídias, acaba sendo uma opção barata e que pode trazer o retorno esperado.

Versatilidade e pontualidade

A MOOH é uma mídia cujo impacto não é só elevado, mas também muito rápido. Com isso, a comunicação se torna pontual e pode se mostrar uma boa solução em diversas situações mais urgentes de comunicação, além de apresentar uma gama extensa de opções de aplicação.

Porém, atenção! Ainda assim, sua produção deverá ser feita com cuidado por profissionais de confiança e alta expertise. Em casos de estratégia mal formulada e que exijam grande refação, o procedimento pode ser muito mais trabalhoso, demorado e caro.

Controle de ações

Ao contrário de algumas mídias, a MOOH possibilita que o acompanhamento das ações seja mais preciso e detalhado. Com ela, é possível definir não só a localidade para a implantação, mas também os equipamentos, a ordem de atividades, o tempo de duração de cada uma e o resultado em curto prazo de cada ação.

Maleabilidade

Você pode fazer a sua marca ir muito longe. Outra grande vantagem da mídia out of home é a oportunidade que ela oferece de expandir ainda mais sua divulgação. O mesmo anúncio que foi colocado na sua cidade poderá ser multiplicado por diversas outras localidades de todo o Brasil, se esse for esse o seu objetivo.

Como funciona a mídia out of home para varejo?

Além de ser uma das mídias que mais cresce atualmente, já faz um bom tempo que os consumidores são bastante receptivos à sua utilização. A maioria deles acredita que o ambiente de uma loja fica mais agradável quando existem mensagens por todo o lado.

Até mesmo a espera na fila do caixa fica menos incômoda, à presença de uma ótima ideia de mídia out of home.

Os anunciadores também aprovam os ótimos resultados da mídia out of home para varejo. E confirmam que as vendas foram alavancadas, o que pode ser definido como um investimento em longo prazo. São dados assim que comprovam a eficiência da MOOH em todas as áreas. Até no varejo.

A comprovação pode ser associada à forma como a mídia out of home trabalha para otimizar ações dentro desse setor. Seguem algumas das características que mais influenciam de forma positiva nesse processo:

Interatividade

Assim como o mobile, a MOOH é fundamental para o varejo. Isso porque as duas soluções são capazes de aproximar os consumidores dos ambientes online e offline, a fim de promover uma conectividade associada. Quem tem o costume de comprar apenas online, sente interesse por realizar essa atividade também offline, e vice-versa.

Essa “parceria” é uma excelente forma de abusar da criatividade e buscar novas maneiras de envolver os clientes. Suas experiências ficam mais interessantes. Eles se sentem mais cativados pela empresa.

O marketing boca a boca também passa a ser um excelente efeito daquela característica.

Expansão da marca

Quando se trata de expansão, a primeira observação a ser feita é no que se refere ao alcance da marca. Devido à grande abrangência da MOOH, a imagem da empresa se fortalecerá ainda mais perante o público, principalmente se ações inteligentes forem colocadas em prática.

A partir disso, as vendas poderão ser analisadas com propriedade. E um aumento considerável terá grandes chances de ser identificado. Se o fluxo de visitas à loja se estende, isso refletirá no lucro.

Posicionamento à frente da concorrência

A aplicação da mídia out of home exige um estudo aprofundado da concorrência. Dessa forma, será possível identificar aqueles pontos de fraqueza que as estratégias de divulgação para seu negócio podem sanar.

Além disso, fazer um bom uso dessa mídia permite que a imagem da sua marca se fortaleça no mercado e que você passe a ser lembrado com mais frequência pelos consumidores.

Fácil assimilação

A todo momento somos atingidos por milhares de informações diferentes, provenientes dos mais diversos meios de comunicação. Até quando, ao fim do dia, nos sentamos para dar uma olhada nas redes sociais, recebemos diretamente uma carga intensa de propagandas.

E então, o que acaba acontecendo é que não damos a devida atenção às imagens relacionadas ao marketing ou divulgação. Quantos anúncios não passam despercebidos por nós durante um dia inteiro, mesmo que sejam sobre assuntos de nosso interesse?

Isso é algo que dificilmente acontece com a mídia out of home: ela sempre estará lá, no local exato de exibição. E quando você realmente está disposto a prestar atenção nela, vai perceber a mensagem que ela divulga.

Como aplicar e otimizar os resultados da MOOH?

A MOOH é tão diversa e dinâmica, que atende plenamente às necessidades de divulgação do varejo, mesmo que o investimento disponível não seja muito grande de início. Muitas vezes, quando tratamos desse assunto, nossa mente viaja por espaços abertos e imensos.

Mas ela pode se fazer presente onde você menos espera.

Aplicação da mídia

Já pensou no efeito causado quando um ponto de venda é atrativo e inovador? Isso pode ser feito utilizando as mídias out of home, principalmente as que são desenvolvidas digitalmente.

Monitores e totens com touchscreen são só algumas das táticas que podem ser implantadas dentro dessa realidade. A vitrine da loja é outro espaço que pode ser muito bem aproveitado, bem como a decoração. Ou seja, você não precisa ir tão longe para falar com seu público.

Para aplicá-la com sucesso, existem algumas dicas essenciais:

  • seja objetivo na sua mensagem;
  • trabalhe com fontes grandes e legíveis;
  • informe-se sobre a legislação do local, caso a instalação seja em locais públicos e abertos;
  • aposte no design, pois ele é o maior responsável pela atenção direcionada à MOOH;
  • mantenha-se informado sobre as últimas tendências desse mercado;
  • associe outras ações de marketing à sua mídia out of home.

Otimização de resultados

Não adianta criar uma mídia incrível se você não administrar bem seus resultados. Algumas atitudes simples podem ser tomadas para evitar qualquer transtorno.

Pensar em propaganda é esperar por vendas maiores. Por isso, entender o mercado em que sua empresa está inserida e o que está acontecendo nela é fundamental para que um bom planejamento seja feito. Não adianta ter boas ideias se não souber como colocá-las em prática.

Além de emplacar boas vendas, o que mais você precisa obter com a MOOH? Essa pergunta é essencial para que você descubra exatamente que mensagem passar para seus consumidores. Se seu discurso ou a ideia a exibir for variável, lembre-se de que a mídia out of home permite substituições rápidas periodicamente. Porém, mantenha uma linha de raciocínio, para que seu cliente não fique confuso com tantas mudanças.

A MOOH é uma mídia majoritariamente visual, portanto é preciso incluir imagens impactantes que correspondam ao conceito da marca. Não se concentre em uma produção monumental, e sim em bom gosto e bom senso.

Tendências da mídia out of home

É imprescindível entender o que está em alta no momento para desenvolver uma mídia out of home cativante e inteligente. Essas são algumas das últimas tendências que envolvem esse tipo de mídia e que devem ser consideradas na hora do planejamento:

  • grande número de peças utilizadas: aproveitar o espaço desde que com consciência tem tudo para dar certo;
  • integração entre mídias: softwares e sistemas que ofereçam interação com plataformas de uso comum, como o celular e as redes sociais, são excelentes meios para estimular a interação;
  • medição de audiência: aproveite a utilização dessas tão diversas ferramentas para conhecer seu público e saber o que ele realmente quer e procura;
  • experiências reais: quem vivencia a marca tem a oportunidade de entender realmente sua essência, e a MOOH tem como oferecer isso da melhor forma possível, com degustações, dinâmicas, interações ou envolvimento.

Métricas digitais para mensuração de dados

Se o acompanhamento de resultados é tão rápido, há motivos para isso. Hoje, a mensuração de dados da MOOH é feita por meio das métricas digitais. Com elas, é possível descobrir o número de pessoas que visualizaram a mídia, quanto tempo levou para fazer sua leitura, qual é o perfil desse público e quais foram os horários de pico.

Além disso, o engajamento também é avaliado para determinar o direcionamento de verbas. Sabendo disso, não é à toa que a mídia out of home é considerada a propaganda do futuro.

Associação Brasileira de Out of Home

Com todas essas informações, o crescimento do segmento já pode ser percebido de forma bastante palpável. E, identificando esse cenário, surgiu a Associação Brasileira de Mídia Out of Home (ABOOH), que fomenta a representatividade do setor.

Ela tem como objetivo incentivar o relacionamento entre associados e o mercado publicitário, divulgar informações relevantes sobre o meio e reafirmar sua grande influência na construção da imagem de uma empresa.

Caso você se interesse em se aprofundar ainda mais sobre esse assunto, basta acessar o site da entidade e acompanhar todas as últimas novidades sobre MOOH.

Quais são os cases de sucesso desse tipo de mídia?

Para não restar dúvidas sobre o retorno trazido pela mídia out of home, existem alguns cases de sucesso que podem servir de inspiração. Algumas campanhas são atemporais e realmente fizeram história quando foram lançadas. Com certeza você vai se lembrar de algumas:

A promoção de sorrisos pela LAY’S

A batata frita LAY’S desenvolveu um software muito especial e instalou displays em algumas ruas. Quando a pessoa se aproximava e sorria para o display, o programa identificava a expressão facial e deixava que uma amostra grátis do produto fosse recolhida. Este é um excelente exemplo de como a experiência pode cativar o consumidor.

KitKat e o outdoor pela metade

O KitKat exibe um slogan muito conhecido: “Have a break, have a KitKat”. Em português, “Dê um tempo. Coma um KitKat”. A empresa fabricante do chocolate decidiu então instalar outdoors pela cidade com essa mensagem deixada pela metade, para dar a ideia de que o responsável pela colocação da estrutura também tirou um tempinho para comer um KitKat.

McDonald’s e sua interferência criativa

A mídia out of home interfere diretamente na composição do espaço urbano. E, já que é assim, por que não investir no conceito de uma forma minimalista e com um toque artístico? Foi isso que o McDonald’s fez: instalou placas em lugares estratégicos com desenhos que representavam seus produtos mais famosos, sem utilizar sequer uma frase ou palavra.

Nissan e Amazon, em uma parceria incrível

Utilizar um caminhão de entregas foi a maneira inteligente que a Nissan e a Amazon encontraram para promover seus produtos e serviços. A Nissan realizou a entrega de um carro daquela marca de automóveis dentro de uma caixa gigante da Amazon, o que inevitavelmente chamou a atenção de todo mundo que viu a cena ao longo do trajeto.

O conceito simples e inteligente da Coca-Cola

Sem dúvidas, essa é uma das marcas que trazem algumas das propagandas mais marcantes de todos os tempos. E para divulgar as mini-latas de refrigerante, a ação não foi diferente. Foram instalados mini-quiosques da Coca-Cola nas ruas, para distribuir o produto de acordo com a sua principal característica.

Netflix e seus GIFs criativos

Nada melhor para divulgar o conceito da Netflix do que a boa utilização de imagens. E assim foi feito, quando totens no formato GIF foram espalhados pela cidade, mudando a posição da imagem de acordo com as características do local em que estavam instalados, tais como clima e temperatura.

Google e seu trajeto misterioso

Ao promover seu aplicativo de busca, o Google formulou algumas perguntas que levavam o usuário por um verdadeiro passeio. Assim, a pessoa pôde conhecer rotas e descobrir como era o funcionamento do sistema na prática, de uma forma divertida e curiosa.

A vitrine virtual da Adidas

A Adidas é outra marca que promoveu mais uma ação inovadora, desta vez na Alemanha. Em um ponto de venda, a vitrine tradicional foi substituída por um painel digital, em que os consumidores escolhiam os produtos preferidos e podiam efetuar a compra diretamente por meio de um URL enviado para seus smartphones.

Audiência alta, muitos caminhos de criação e impacto garantido. Assim podemos resumir o conceito que define a mídia out of home. Os cases aqui citados são bons exemplos disso. Mas não se intimide pelo tamanho das marcas envolvidas nos exemplos citados acima. Você pode ir tão longe quanto elas na aplicação de uma boa ideia de MOOH.

Gostou destas informações? Se você acha que a mídia out of home pode ser um investimento incrível também para o seu negócio, é hora de procurar ajuda de uma agência especializada e trabalhar em conjunto para realizar um bom planejamento.

E, para aprender ainda mais, baixe o e-book Guia completo para aumentar suas vendas com mídia OOH!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"