Digital signage ROI: como calcular o retorno sobre investimento?

Uma das maiores preocupações do grandes empresários de qualquer setor é saber se os valores investidos em publicidade estão de fato gerando algum retorno financeiro. Para satisfazer essa preocupação o digital signage ROI é a ferramenta mais utilizada pelos especialistas em marketing, que usam a sinalização digital em sua estratégia de divulgação.

Apesar de importante, essa métrica nem sempre é simples de ser calculada, principalmente por profissionais que não são da área financeira ou contábil. Para ajudar você a calcular corretamente o digital signage ROI, preparamos este post com tudo o que você precisa saber.

O que é o digital signage ROI?

Antes de falar especificamente sobre digital signage ROI, vamos esclarecer o conceito geral de ROI. A sigla ROI, Return On Investment ou Retorno Sobre Investimento em português, é o cálculo de quanto de retorno — financeiro ou não — foi obtido a partir do investimento.

O grande ponto de atenção com relação ao digital signage é que nem sempre é possível mensurar retornos financeiros, que são, em geral, mais fáceis de serem calculados.

Por esse motivo, algumas empresas usam também o ROO — Return On Objectives, ou Retorno Sobre Objetivos — para obter mais dados e conseguir perceber melhor a efetividade do investimento.

Por que calcular o ROI para Digital Signage?

O motivo para calcular o ROI é simples: para saber se o investimento em digital signage realmente está valendo a pena. Simples.

Se um empresário investe em uma estratégia de marketing e não consegue ver a efetividade dessa estratégia em lhe trazer mais clientes e vendas, a sensação que ele tem é de que seu dinheiro está sendo jogado no lixo. Isso faz com que a verba para o setor de marketing e publicidade tenda a diminuir.

Ao mostrar a diferença positiva que o digital signage está fazendo para a empresa, o setor de marketing e publicidade está mostrando o valor de seus esforços.

Como calcular o digital signage ROI?

A fórmula do ROI é bastante simples: lucros menos investimentos. Nada de mirabolante. O que complica essa conta é a definição dos ganhos e custos e, principalmente, a forma como essas métricas serão definidas.

Para que o ROI mostre dados mais próximos da situação real, é importante entender muito bem qual o objetivo do digital signage e o que faz parte de cada componente da fórmula. Vamos explicar melhor sobre cada um a seguir.

Entendendo os objetivos

Antes de implementar um digital signage é imprescindível ter bem claro o seu objetivo . Fazer o planejamento correto antes da implantação pode evitar muitos problemas e maximizar os resultados. Mais à frente vamos detalhar melhor sobre a importância do planejamento.

A definição dos objetivos determinará quais serão as métricas utilizadas para medir a eficiência das sinalizações digitais. Por exemplo, se o objetivo de um painel colocado na recepção de um consultório é divulgar as promoções para os pacientes, uma métrica poderia ser quantidade de promoções vendidas.

Medir dados fora do objetivo é pura perda de tempo e esforços. Seguindo o mesmo exemplo, se for usado o aumento na quantidade de clientes como métrica, ela não refletirá a eficiência do painel, visto que ele não exerce influência direta sobre a quantidade de clientes da clínica.

Entendendo os custos

Este é um ponto bastante delicado, pois é comum cometer erros. O principal deles é negligenciar custos secundários que influenciam na implantação de digital signage.

Alguns custos são fáceis de identificar e mensurar, como os equipamentos, a instalação e aluguel de espaço.

Mas outros acabam ficando de fora da conta, aumentando a imprecisão do ROI e por vezes até distorcendo bastante o seu resultado. Os principais custos que acabam sendo esquecidos são energia elétrica, manutenções periódicas e substituição de peças.

Então, é importante que todos os custos envolvidos ao longo da vida útil dos equipamentos sejam considerados, para que o ROI seja calculado de forma correta e realista.

Entendendo os retornos

Esta é a parte mais difícil do cálculo do ROI, pois muitos benefícios do digital signage são intangíveis. Por isso, a definição clara dos objetivos ajuda nesse cálculo.

Os resultados a serem medidos devem ser aqueles que foram esperados no planejamento do digital signage. Fazendo um paralelo simples, não dá para plantar uma semente de abóbora e esperar que nasça um pé de manga.

Parece drástico, mas é o que mais acontece nas empresas e isso acaba frustrando as pessoas envolvidas.

Outro ponto fundamental é que o retorno nem sempre será financeiro. Existem diversos tipos de digital signage que são usados com finalidade informativa e que geram resultados fantásticos, porém intangíveis. Por exemplo, painéis com mensagens motivacionais nos corredores de uma empresa podem melhorar o humor dos empregados e aumentar sua produtividade. Esse dado é difícil de mensurar e não é diretamente financeiro.

Qual a importância do planejamento do digital signage para apuração correta do ROI?

Até aqui já citamos o planejamento algumas vezes. Ele é a pedra fundamental da implantação de digital signage.

Um bom planejamento começa pela definição dos objetivos e metas. Não importa qual será o objetivo, mas sim que ele seja claro, realista e mensurável. Pode até não ser facilmente mensurável, mas é preciso ter uma forma de verificar a efetividade das ações implementadas.

A partir dos objetivos, defina metas. É preciso determinar os prazos para as medições e os resultados que se espera alcançar nesses períodos. É nessa etapa que são definidos os KPI’s que serão usados no cálculo do ROI.

Escolha bem a estratégia de implantação dos equipamentos. A escolha do local, do tipo de equipamento e o material a ser veiculado são essenciais para o cumprimento das metas. Se possível, faça alguns testes antes de entrar com o investimento pesado.

Por fim, faça o acompanhamento frequente dos equipamentos e das peças veiculadas. Mantenha as medições sempre atualizadas e faça relatórios periódicos para controle.

Seguindo corretamente o planejamento o risco de insucesso é muito pequeno. Além disso, o planejamento provê todas as informações necessárias para o cálculo do ROI. O que evita os problemas em encontrar os resultados para fazer as demonstrações para a diretoria.

O digital signage ROI não é um bicho de 7 cabeças, se você já usa alguma dessas práticas ou tem dúvidas em algum desses pontos, deixe seu comentário abaixo que teremos o prazer em responder.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"